sábado, 22 de junho de 2013

Missing something

Hello everyone !!

Estava com saudades de atualizar o blog, de ver comentários,...e tudo mais. Saudades da blogosfera.
Esse meu trabalho me deixa hiper cansada e, quando chego em casa quando não tem que estudar ou fazer algo da faculdade, eu acabo esquecendo do blog ou vou sempre deixando pra depois.

Sexta passada fez uma semana que estou na empresa, onde trabalho. A plataforma P-63 deixou a cidade de Rio Grande essa semana, peguei o mês final da obra. E, com o pouco tempo de experiência, acho que dava para escrever um livro com tudo que ouvi e aprendi. Ou até mesmo, usar temas como desorganização nas empresas ou problemas de comunicação para um TCC.

                                                                             P-63

 Foi uma experiência muito boa. Ainda continuo na empresa, não é porque a obra acabou, não é porque a plataforma já está a caminho do RJ que o trabalho foi finalizado. Estou ajudando a colocar documentações em dia. E, depois, creio que irei para a outra plataforma (P-55) que pelo que ouvi, deve ficar na cidade até outubro. Depois sim, eu não sei o que será de mim. Mas ao mesmo tempo, sei que não demorará muito a termos outras plataformas, P 75 e P 77.

As aulas de francês continuam firmes e fortes todas as segundas, mas mês que vem devo ter umas semanas de férias, visto que meu professor disse que estará viajando. A vida de universitária está meio parada, não parei totalmente pois ainda tenho um exame para fazer semana que vem, mas depois entrarei de férias ( GRAÇAS A DEUS ! ). Estudar também é cansativo. E tem horas que eu preciso e, não tenho vontade nenhuma.

Hoje de tarde, me bateu uma saudades de quando estive no Canadá em 2003...o motivo pela qual a saudade bateu, foi que depois de ter morado quase 6 anos sozinha em Santa Catarina (período em que estive estudando Hotelaria e, fiz a pós em Finanças, entre 2004 e final de 2009), e se volta a morar com pai e mãe, a gente sabe a diferença. Sabe que quando se mora sozinha, em outra cidade, outro estado, a gente tem MUITO mais liberdade do que quando se mora com pai e mãe. Ainda mais quando eles são como os meus que querem saber tudo (onde vai, com quem, que horas vai, que horas volta e todo esse questionário básico quando a gente resolve sair de casa). Tem horas que eu sinto falta de estar longe, distante. De ter mais liberdade. Eu já não tenho mais paciência para MUITA coisa. Esse é um dos motivos pela qual quero me mudar...entre outros.

                                       

Esse post, basicamente, era para dizer que ainda estou aqui. Lutando do jeito que posso para um dia poder tornar esse GRANDE sonho em realidade. Enquanto isso...a gente vai levando a vida do jeito que dá.

Isso é para quem tem parentes, amigos ou conhecidos que querem de alguma forma fazer com que desistamos de nossos sonhos.


Deixo-os com um post de um blog, falando sobre a Culinária do Canadá.

Culinária do Canadá: comidas típicas e história 

História

A culinária do Canadá é difícil de ser descrita, devido as dimensões da região. É o segundo maior país por extensão territorial (fica atrás apenas da Rússia) e o maior país do continente Americano. Entre 1400 e 1763, quando o Tratado de Paris reconheceu a chamada New França pelo domínio total dos britânicos. Essa dicotomia entre a cultura francesa e britânica existe até hoje entre os canadenses.

O idioma oficial do país é o inglês, com exceção de Quebec, onde se fala francês. E além do idioma, alguns aspectos culturais são diferentes dependendo da região. Por exemplo. nas Províncias do leste do país, a maior influência na comida é britânica, novamente com a exceção de Quebec. O tamanho do território também influi para que não haja uma condensação profunda da culinária.


Sob a influência dos nativos, existem alimentos até hoje sob a cultura do país. Os aborígenes costumavam fazer xaropes de bordo no leste do Canadá ao nordeste dos Estados Unidos. Então pode-se dizer que essa bebida é o alimento com uma origem 100% nativa. Hoje em dia o país é o maior produtor do xarope de bordo. Na costa oeste e noroeste do Pacífico, os nativos se alimentavam de frutos do mar, e de mamíferos marinhos. O salmão era muito consumido, em diversas formas.

No Ártico, a alimentação era composta basicamente com produtos vegetais, mamíferos marinhos, e carnes. Hoje em dia, a influência alimentícia de outros povos influenciou bastante na comida dos indígenas.  A herança familiar permanece em maior parte intacta em algumas regiões. Ao longo da costa do Atlântico, os pratos mais consumidos são, em maior parte, aqueles feitos com os frutos do mar.
 
O Canadá recebeu, ao longo de sua história, a influência de muitos países e povos que o colonizaram. A mistura dos alimentos franceses, ingleses, chineses, nativos, judeus, entre outros tantos colonizadores, transformou e enriqueceu uma gastronomia que veio se tornar única. Até hoje as receitas locais demonstram suas origens apenas ao vermos os ingredientes.
 

Pratos típicos canadenses

Poutine
É um prato que mistura basicamente batata, queijo e molho. É um prato de origem francesa, inventado por Fernand LaChance. Porém não se sabe ao certo aonde foi inventado. Duas cidades disputam a criação do prato, ambas vizinhas de Quebec: Victoriaville e Drummondville. A batata é cortada a mão, em pedaços nem tão pequenos, nem tão grandes, e depois é frita em banha pura (não usa-se o óleo vegetal). É usada a parte coalhada do queijo (cheese curd), que da uma leve rangência aos dentes na hora de morder. O molho pode ser feito com carne de boi, ou de veloute de frango, e até vegetariano. Hoje em dia há variações do prato.
  
Butter tart
Essa comida típica é considerada a quintessência da cozinha canadense. É feito com manteiga, ovos, açúcar, xarope e uma massa folheada. Por ter uma aparência de torta, não deve ser confundido com Torta de manteiga, outro prato consumido na Inglaterra. Em geral, a receita varia de família para família, ou dependendo de regiões diferentes. Tortas eram muito consumidas pelos ingleses que colonizaram o país, e deles se originou o Butter Tart.
 
Macarroni and Cheese
Como o nome diz, é uma massa 'Macarroni' misturada ao molho Bechamel básico e queijos Cheddar Cheese e parmesão. É um prato que é muito apreciado pelas famílias canadenses. Talvez o maior fator que fez com que esse prato se popularizasse foi a facilidade mínima no preparo. O macarrão com queijo vendidos juntos começou na Grande Depressão. Hoje em dia fica difícil falar sobre esse prato típico, pois há muitas variações. Há outros nomes para o prato: Kraft Dinner, Kraft Macaroni and Cheese, Kraft Mac and Cheese, Easy Mac (Austrália), ou Macaroni Cheese, ou Cheesey Pasta (Reino Unido).
 
Créditos: CulinariaNoMundo 
 
Até a próxima, Canadian Dreamers !
 

4 comentários:

  1. Catherine, não desista do seu sonho! Que bom que agora você está trabalhando... De pouquinho em pouquinho você vai juntando uma graninha. Morar com os pais pode ser chato, mas tem isso de boam: você não precisa gastar dinheiro parando aluguel, água, luz...
    Beijos,
    Lidia.

    ResponderExcluir
  2. Oiiee Catherine,....

    Obrigada pela visita no blog. As compras foram excelentes!!!!! Tenho certeza que todo o teu esforco e paciencia serao recompensados! Nos duas vamos comer um poutine aqui no Canada, tu vai ver so!
    Bjs
    Cindy

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pela visita das duas aqui no blog !

    Não desisti e não vou desistir desse sonho, Lídia. Com certeza, morar com pai e mãe só vai9i me ajudar nessa função de juntar o dinheiro pq se estivesse morando sozinha, ir pro Canadá seria algooo que não aconteceria tãoooo cedo. Acho que foi por isso que eu voltei de SC.

    Deus te ouça, Cindy...Ainda vamos comer Poutine juntas !

    Beijosss girls !

    ResponderExcluir
  4. Oi Catherine!!
    Que bom que as P's estao fazendo entrar uma graninha interessante, tomara que assim continue até vc. conseguir juntar o que precisa para atingir seus objetivos. Fora que experiência em petrolíferas pode ser bem interessante para trabalhar no Canada, é uma área com bastante demanda (nao tanto no QC, mas principalmente em Alberta).
    E tenha paciência, os pais que pegam no pé é por puro amor, mesmo quando a gente tem absoluta certeza que é só por ruindade. Experiência propria (nas 2 situaçoes, inclusive!). Um dia você terá certeza disso!
    E nao deixe os pensamentos do contra te afetarem, o importante é que você sabe o que quer!!

    Bjocas
    Erika

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita ! Volte sempre !!